As principais tendências para o e-commerce em 2022

DATA

Saber as tendências para o e-commerce em 2022 vai te ajudar a vender mais

Após o início da pandemia, muitos brasileiros que nunca tinham comprado pela internet, fizeram a sua primeira aquisição por esse meio, seja de produtos físicos ou infoprodutos.

Essa tendência veio para ficar. Uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo revelou que 70% dos consumidores pretendem fazer outras compras pela internet.

Isso mostra que o e-commerce proporcionará grandes oportunidades para os empreendedores que utilizarem a internet para vender.

Diante de tantas mudanças no modo de consumo que ocorreram nos últimos tempos e que ocorrerão no próximo ano, listei as principais tendências do e-commerce para 2022. Mas antes, será preciso explicar alguns pontos básicos, pois você pode estar começando na internet agora.

O que é um e-commerce?

E-commerce é a abreviação em inglês de comércio eletrônico. É toda a transação de compra e venda realizada na internet através do auxílio de um aparelho eletrônico.

As transações podem ser realizadas através de um site que possibilita a venda e compra de produtos e serviços. O cliente acessa um endereço virtual em qualquer horário, dia e local, escolhe o que deseja e realiza o pagamento através de Pix, cartão de crédito ou débito, boleto ou depósito bancário e recebe a sua compra em casa.

No ano de 1994, nos Estados Unidos, houve o primeiro registro de compra pela internet quando o Pizza Hut recebeu o seu primeiro pedido. Já no Brasil, o e-commerce surgiu um pouco depois, em 2000.

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), o e-commerce deve fechar 2021 com um faturamento de R$ 304 bilhões. É a prova de que a internet é um meio poderoso para quem deseja vender.

Como abrir um e-commerce de sucesso?

É simples. Basta criar um site, escolher o nome e uma logo para a sua loja, ter um domínio (endereço virtual da loja eletrônica), procurar um serviço de hospedagem, criar redes sociais que façam sentido com o seu negócio e investir em tráfego pago.

O que é tráfego pago?

Tráfego pago são anúncios que você pode fazer na internet para divulgar os seus produtos. Pode ser feito através do Google Ads, Facebook Ads, YouTube, dentre outras redes sociais.

Eu já escrevi aqui no blog um artigo com uma explicação aprofundada sobre o que é tráfego pago. Clique aqui e saiba mais.

Agora que você sabe o básico, vamos falar das principais tendências para o e-commerce em 2022.

Saiba mais sobre tráfego pago aqui

As principais tendências para o e-commerce em 2022

1) Recommerce

O recommerce é a inserção de um produto de volta no mercado após ser utilizado ou reformado. A popularização de sites de revendas de mercadorias como roupas, aparelhos eletrônicos, livros, móveis etc, ganhou força nos últimos anos e é uma tendência que aumentará no próximo ano.

O Marketplace em redes sociais e o aumento do número de brechós na internet são provas dessa tendência. A ideia da sustentabilidade e os altos preços no Brasil potencializaram essa forma de vendas.

2) Omnichannel

Omnichannel é a integração de vários canais de comunicação e venda para proporcionar uma jornada de compra personalizada. O objetivo é garantir que a marca esteja presente em todos os canais que o seu público possa acessar.

Ele tem algumas características que são: compliance fiscal, definição de preços, atendimento centralizado e gestão logística mais eficiente.

3) Pagamento de forma instantânea

Hoje, as pessoas estão muito imediatistas e para acompanhar essa tendência foi criado o pagamento de forma instantânea, que, como o nome indica, é aprovado na hora.

Quem utiliza os aplicativos de cartões de crédito e débito já deve ter passado pela experiência de receber uma notificação sobre a confirmação do pedido segundos após a compra. Essa é uma tendência dos pagamentos instantâneos.

4) Atendimento automatizado

Atendimento automatizado é aquele que não possui a necessidade de uma pessoa do outro lado. Ele acelera o tempo de resposta e é uma tendência para o e-commerce em 2022.

Quem está se popularizando nesse mercado são os chatbots. É possível configurar diversos caminhos e respostas que o robô dá ao cliente e, assim, desafogar o time de atendimento.

5) Inteligência artificial

O algoritmo das redes sociais sabe daquilo que gostamos de ver, por isso, ele age para prender a nossa atenção. Então, rastrear o comportamento dos clientes e dar interações baseadas nisso pode ser um diferencial em suas estratégias de vendas.

Se o seu site tiver uma política de privacidade e aviso de cookies, você estará dentro das regras para usar a inteligência artificial.

6) Live Commerce

Durante o período de isolamento social, uma nova forma de vender produtos surgiu: as lives commerces.

Elas podem ser realizadas através de conversas entre especialistas e influenciadores digitais apresentando algum produto aos seus seguidores ou através dos QR Codes, onde os usuários apontam a câmera de seus celulares para um determinado lugar que em seguida abrirá um link.

Na China, em 2021, estima-se que pelo menos 320 milhões de pessoas fizeram pelo menos uma compra através de uma transmissão ao vivo e a tendência é de que pelo menos 45% dos consumidores digitais façam esse tipo de compra até 2023.

Suas principais vantagens são: aproxima o vendedor do consumidor, aumenta o engajamento do público com a marca e transmite confiança para o shopper.

7) Investimento em tráfego pago

Com a diminuição do alcance orgânico das publicações nas redes sociais, a alternativa é o tráfego pago. Se a entrega gratuita caiu, nada melhor do que investir para chegar ao público alvo.

O investimento em anúncio possibilita o alcance do público que você deseja alcançar, pois é possível fazer segmentações com base na idade, gênero, localização, preferências, status de relacionamento etc.

Ele pode ser utilizado para vários objetivos: trazer reconhecimento a uma marca, levar pessoas a um site, vender produtos etc. Por isso é uma estratégia muito utilizada na rede social e capaz de gerar grandes resultados.

Conforme foi falado anteriormente, é possível anunciar e exibir seus produtos no Google, no Facebook, Instagram, Twitter, Pinterest e outras redes sociais. No entanto, não basta apenas saber mexer nas plataformas, é necessário um profissional com experiência e resultados comprovados.

Veja as tendências do Marketing Digital em 2022

Clique aqui, fale comigo pelo WhatsApp e descubra como vender mais em seu e-commerce em 2022.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais
artigos

Cadastre o seu e-mail abaixo e receba meus novos materiais gratuitos semanalmente!